sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Trabalhando com títulos de obras literárias.

É tão bom recordar fatos passados!
Mas tem gente que não gosta. Tudo bem!
As razões são inúmeras para se recordar ou não de algo em nossa vida.

Bem, as atividades de hoje buscam justamente isso, RECORDAR.
Porém, trata-se de obras literárias utilizadas na alfabetização.

Como utilizo livros de vários autores, resolvi delimitar.
Como já mencionei aqui no Blog, faço questão de alfabetizar com obras literárias de Mary França e Eliardo França. São maravilhosas!

Hoje, todos os meus alunos já leem. Uns um pouco mais e outros um pouco menos.
Em parte, isso aconteceu devido a essas obras maravilhosas que utilizo.
Elas estão no nível das crianças. É perfeito!

Mas, agora já é hora de compilar tudinho, deixando bem juntinho mesmo. Afinal, cada livro foi utilizado separadamente.

Por essa razão, o principal objetivo das atividades postadas aqui é justamente trazer de volta todas as histórias estudadas ao longo desse ano, (que nem acabou ainda, Rsrsrs) de modo a recordar, refletir e praticar leitura e escrita.

As crianças se acostumaram com os autores e as obras estudadas. Isso faz com que o trabalho flua como diversão, pois são atividades com obras muito conhecidas por elas.

Meus pequeninos, diante do material, nem me deram muita confiança e foram logo fazendo as atividades sozinhos. Isso é muito importante na alfabetização, AUTONOMIA.
Quando viram ficaram felizes e começaram a admirar cada partezinha das atividades. Contando o que estavam vendo para os colegas.
Achei, é claro, o máximo.

Fica a sugestão desse tipo de trabalho. Lembrando que se pode adaptar para as obras que você desejar.

Não se deve esquecer que o trabalho não se encerra nesse material, mas também na utilização dele para a criação de outras atividades de leitura e escrita, tais como: Disponibilizar todas as obras estudadas de uma só vez, criando o cantinho de leitura diferente (Fiz isso e nenhuma obra de Mary França e Eliardo França que tenho ficou no cantinho por muito tempo, os livros foram simplesmente devorados na leiturinha. A concorrência foi grande. Rsrsrs ) e também atividades de escrita ( como formar textos incluindo um ou mais títulos, por exemplo).

São inúmeras as estratégias que se pode criar, tendo como base, esse material.

É bem simples, mas gostei muito.








Bem, é isso!
Espero que tenham gostado!
Se possível deixe seu comentário.
Por acaso, você já trabalhou com títulos de obras literárias?

Grande abraço,
Rosângela.

sábado, 26 de agosto de 2017

Projeto Super Heróis.

É inquestionável o fato de que os super heróis fazem parte do universo infantil.

A Marvel tem investido bilhões de dólares nesse ramo, sempre com admiráveis lucros, e têm feito, hoje, releituras de filmes apresentados no passado. 

Com as novas tecnologias no ramo da computação gráfica, as produções estão ficando sensacionais.

Embora sejam de cunho comercial, eles trazem diversão e entretenimento.

Por essa razão, para tornar as aulas interessantes, também é necessário participar desse universo infantil.

Para minha surpresa, meus alunos do ano passado, no caso 3º ano, pediram um projeto dentro desse tema.
Consideraram que seria muito legal e diferente.
Fiquei um pouco pensativa. 
Nunca havia trabalhado esse tema em sala de aula nos moldes de um projeto.
Geralmente, prepara-se atividades sobre um filme ou outro. Mas, vários... Ah! Isso é bem diferente.

Buscamos, através de muita pesquisa, inúmeras possibilidades.
Preparamos uma lista gigantesca de heróis e vilões. Pensei que nunca fosse acabar! Rsrsrs
Tudo isso dentro de livros e filmes.

E não é que venceu um trabalho focando filmes.

Mais pesquisas...

Nunca havia visto, em um Plano de Ensino, o gênero Cinematográfico. Muito curioso!!!!

Mas, consegui montar o Projeto, dentro dos conteúdos curriculares, com esse gênero.

Para começar fomos estudar o que é um Gênero Cinematográfico.

Trata-se de um gênero que envolve uma história de protagonista do bem contra antagonista do mal, que resolvem suas disputas com o uso de força física, as histórias são normalmente baseadas em crimes, vinganças e perseguições.

Geralmente o protagonista é o herói e o antagonista é o vilão.

http://cinemaindustrial.blogspot.com.br/p/generos-cinematograficos.html
https://pt.wikipedia.org/wiki/Personagem
http://www.infoescola.com/artes/protagonista-e-antagonista/

Sendo assim, vamos ao trabalho...

Dentre várias atividades ao longo do projeto, decidi hoje postar as atividades escritas.

O trabalho, no geral, contou com:
* Cinema na escola de alguns dos filmes escolhidos.
* Estudos e vídeos com trailers de filmes.
* Atividades artísticas, orais e escritas.

Atividades Escritas - Apostila.

Devo dizer que os alunos não fizeram apenas essas atividades escritas. Outras foram acrescentadas, utilizando-se os cadernos de sala de aula.

































Devo dizer que esse trabalho me impressionou bastante e que, embora tenha sido realizado ano passado, somente decidi postar por que valeu super a pena.
Trata-se de um projeto que trouxe excelentes resultados e que, com certeza, trabalharei novamente.

Embora não esteja postado na íntegra, acredito que, com essa parte, dá para se ter uma ideia do que foi.

Ao final do ano, realizamos uma exposição de trabalhos. Foi muito bom!!!

Muitas das ideias artísticas retirei do site Pinterest.
Devo agradecer aos que postam lá. Muito obrigada por compartilhar. 
Algumas foram criadas ou adaptadas.

Vejam um pouquinho do que os meus pequeninos alunos fizeram.
Características importantes.






Piratas do Caribe - Por que todos merecem uma segunda chance.





Jogo da velha - Harry Potter
















Peso para a porta - Cinderela



 Cenário para fotos. Foi muito utilizado.


Ter amigos é incrível.

Os primeiros heróis.

Apostila Principal.








Almofadas para abraços quentinhos.
É claro que todos distribuíram abraços quentinhos para quem quisesse receber.





João e Maria caçadores de bruxas.


Enfim, é isso!
Espero que tenham gostado.
Deixe seu comentário, vou adorar lê-lo.
Qualquer dúvida é só perguntar.

Grande abraço,
Rosângela.